712 | Pedro Moreira – A Barreira do Som | Poesia Contemporânea

Pedro Moreira (Itaí, SP, 1995) é poeta. Escreve a coluna Mentir palavras para as pedras, no blogue da Concha Editora. Publicou contos e poemas em algumas revistas literárias independentes como a Subversa, a Mallarmargens, a Desenredos e a Bacanal. Edita a Idê, revista literária digital. Reside no interior do Rio Grande do Sul, onde estuda Letras na Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

 

►► Seja publicado! Ajude a poesia a se manter viva.

https://apoia.se/tomaaiumpoema

_________________________________

Pedro Moreira – A Barreira do Som

 

Antes do primeiro som

não havia nem antes nem tom

— a vontade de cantar

é embrionária

 

             Qual é a música

             mais antiga

             do mundo?

 

Nesse tempo

de tantas perguntas

talvez uma criança

se esqueça

de fazê-la

 

             Poderia me recusar

             a dançar?

 

A música mais antiga

do mundo se repetindo

na boca de uma criança

que nasce

 

Use #tomaaiumpoema

Siga @tomaaiumpoema

 

Poema: A Barreira do Som

Poeta: Pedro Moreira

Voz: Jéssica Iancoski | @euiancoski


ATENÇÃO

Somos um projeto social.  Todo valor arrecadado é investido na literatura.

FAÇA UM PIX DE QUALQUER VALOR

tomaaiumpoema@gmail.com ou CNPJ 33.066.546/0001-02

Até mesmo um real ajuda a poesia a se manter viva!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *