Re#514 Ana Luzia Oliveira – Aí, Um Poema Me Tomou | Poesia Contemporânea

Ana Luzia Oliveira é Terapeuta Sistêmica. Integrante do Vozes Escarlate, coletivo feminista autor do livro Vozes Escarlate (Urutau/2021). Autora dos livros Legado (Venas Abiertas/2021) e ProfAna (Margem/2021). Autora de poemas selecionados em antologias. Coautora do oráculo Lâminas da Mãe Terra. Autora da seção semanal “Leitura de Mãe Terra para os Ciclos Lunares”, no Blog Feminário Conexões. Autora de contos publicados no Blog da Margem e na Revista La Loba

 

►►Seja publicado! Ajude a poesia a se manter viva.

https://apoia.se/tomaaiumpoema

 

_________________________________

Ana Luzia Oliveira – Aí, Um Poema Me Tomou

 

Ei, você, toma aí um poema!

Pegue ou não 

Ele já está no mundo

E para você sairá de graça.

Será? 

 

Ler ou não ler tem sempre um custo

Uma moeda de pensamento

Que se paga

Deixa-se de ganhar

Ou que se lucra

 

Nunca se sabe qual caso é

Até se ler, ou não ler 

O poema que se recebe

E saber, ou não saber

O que fazer com ele.

 

Ei, você, o que fará com esse poema?

 

Deixará que ele atravesse os ouvidos 

Como um trem passando em um túnel para lugar nenhum?

Vai guardá-lo tão bem em algum lugar seguro

Que vai esquecê-lo lá?

Ou vai tirá-lo para dançar todos os dias e declarar-se:

Toma-me aí, também sou um poema 

E me transformo a cada dia

Quando leio e me permito ser lido!

 

Use #tomaaiumpoema

Siga @tomaaiumpoema

_________________________________

Poema: Aí, Um Poema Me Tomou

Poeta: Ana Luzia Oliveira

Voz: Jéssica Iancoski | @euiancoski

_________________________________

ATENÇÃO

Somos um projeto social.  Todo valor arrecadado é investido na literatura.

FAÇA UM PIX DE QUALQUER VALOR <3

[email protected] ou CNPJ 33.066.546/0001-02

Até mesmo um real ajuda a poesia a se manter viva!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.