Re#234 Matilde Campilho – Poema Avarandado | Poesia Portuguesa

Matilde Campilho é uma escritora portuguesa da atualidade. Entre 2010 e 2013 viveu no Rio de Janeiro, e teve poemas publicados nos jornais O Globo, A Folha de São Paulo, Suplemento Pernambuco, assim como em diversas publicações de formato digital. Seu estilo literário está bastante associado à poesia cosmopolita. Nasceu em Lisboa em 1982. Atualmente está com 38 anos.

►► Seja publicado! Ajude a poesia a se manter viva.

https://apoia.se/tomaaiumpoema

_________________________________

Matilde Campilho – Avarandado

 

Quarta nota para

a manhã infinita:

 

Afinal o grande amor

Não garante nada mais

Do que as 12 graças

Desdobradas pelos

Corredores do mundo

Agora isso é mais

Do que suficiente

E apesar dos bofetões

Do tempo invertido

Apesar das visitas

Breves do pavor

A beleza é tudo

O que permanece

 

Use #tomaaiumpoema

Siga @tomaaiumpoema

_________________________________

Poema: Avarandado

Poeta: Matilde Campilho

Voz: Jéssica Iancoski | @euiancoski


ATENÇÃO

Somos um projeto social.  Todo valor arrecadado é investido na literatura.

FAÇA UM PIX DE QUALQUER VALOR <3

tomaaiumpoema@gmail.com ou CNPJ 33.066.546/0001-02

Até mesmo um real ajuda a poesia a se manter viva!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *