FLIMA volta ao presencial com homenagem a Conceição Evaristo

Festa literária acontece entre os dias 25 e 28 de agosto, em Santo Antônio do Pinhal, com curadoria orientada pela perspectiva decolonial e edital para que escritores, artistas e oficineiros participem da programação

conceição evaristo

A FLIMA – Festa Literária Internacional da Mantiqueira acontece presencialmente este ano entre os dias 25 e 28 de agosto, em Santo Antônio do Pinhal (SP). Após dois anos de pandemia e sendo realizada apenas virtualmente, a festa retorna com o tema “decolonialismo” e traz Conceição Evaristo como autora homenageada.

Em sua quinta edição, a FLIMA inova com uma proposta curatorial mais horizontal, com a abertura de edital e convocatória de participação. “Sempre pensamos a programação de forma democrática e inclusiva. Com o edital, vamos ampliar as possibilidades de participação, o que também reflete o pensamento decolonial da curadoria”, afirma o jornalista Roberto Guimarães, idealizador da FLIMA. 

Sobre o edital

O edital vai selecionar propostas de atividades literárias, performáticas e artísticas para os públicos infantojuvenil, jovem e adulto. Lançamento de livro, roda de conversa, palestra, oficina, contação de história, mediação de leitura, slam, performances e apresentações de música e teatro estão entre as possibilidades de participação.

As propostas podem ser enviadas até o dia 31 de julho e serão avaliadas pelo conselho curatorial do evento, que divulgará os selecionados em 5 de agosto. Os interessados podem submeter mais de uma proposta e a inscrição deve ser feita exclusivamente online no link  https://bit.ly/editalflima2022

A escolha da homenageada 

A autora homenageada deste ano é Conceição Evaristo. Mineira de Belo Horizonte, ela é romancista, contista e poeta. Um dos principais expoentes da literatura contemporânea brasileira, Conceição criou o conceito de escrevivência para nomear o próprio processo narrativo, misturando invenção e memória. Foi homenageada como personalidade literária no Prêmio Jabuti em 2019, prêmio que já havia vencido em 2015 com o livro de contos “Olhos D ‘Água”. 

A escolha de Conceição Evaristo para ser a homenageada da FLIMA 2022 se dá também pelo tema desta edição, que parte da perspectiva decolonial para refletir sobre o Brasil, nos 200 anos da independência oficial do país, a partir da literatura e do fazer literário, garantindo espaço a autoras e autores negros, indígenas, LGBTQIAPN+ etc para que contem suas histórias a partir de uma perspectiva diferente da que vem sendo contada.

“Para além da inegável qualidade estética, a literatura de Conceição Evaristo dá visibilidade a um Brasil que a história oficial tentou apagar. Nesse momento, em que o país flerta com a volta da barbárie, ler Conceição é, também, um ato político, no melhor sentido do termo”, afirma Roberto Guimarães, da FLIMA. 

Sobre Conceição Evaristo

Nascida em 1946, Conceição trabalhou como empregada doméstica até 1971, quando concluiu os estudos secundários no Instituto de Educação de Minas Gerais. Dois anos depois, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde se formou em Letras na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em seguida, fez mestrado em Literatura Brasileira na PUC/RJ e defendeu a dissertação “Literatura Negra: uma poética da nossa afro-brasilidade”. Em 2011, defendeu a tese de doutorado “Poemas Malungos – Cânticos Irmãos” pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

Conceição publicou em revistas nacionais e internacionais sempre tratando de afrobrasilidade. Além disso, na década de 1980 passou a integrar o grupo Quilombhoje, por onde estreou, em 1990, na série Cadernos Negros. 

Seus livros mais conhecidos são o romance “Ponciá Vicêncio”, publicado em 2003, onde ela relata a vida de uma menina negra e pobre, moradora da zona rural, até sua precoce maturidade, como uma espécie de romance de formação feminino e negro; “Becos da Memória”, de 2006, considerado um dos mais importantes romances memorialistas da literatura contemporânea brasileira, que discute temas como desamparo, preconceito, fome e miséria, sem perder o lirismo; e “Olhos D´Água”, livro de contos sobre a pobreza e a violência urbana. 

Sobre a FLIMA

A Festa Literária Internacional da Mantiqueira é um festival de literatura que, desde 2018, realiza atividades de difusão de literatura, formação de leitores e promoção do livro na região da Serra da Mantiqueira. 

Com sede em Santo Antônio do Pinhal (SP), coração da  Área de Proteção Ambiental (APA) da Serra da Mantiqueira, a FLIMA pensa a ocupação do território de maneira respeitosa, visando o desenvolvimento sustentável e inclusivo e valorizando a região.

Concebida e produzida localmente, celebra também a literatura viva, homenageando autores brasileiros vivos e promovendo encontros para refletir sobre as questões contemporâneas por meio da literatura, da arte e da educação ambiental. 

Nas quatro primeiras edições da festa, duas presenciais e duas online, foram realizadas mais de 200 atividades, com cerca de 50 mil participantes e convidados como Ana Maria Machado, Ana Maria Gonçalves, Daniel Munduruku, Eliane Brum, José Eduardo Agualusa, Itamar Vieira Junior, Lilia Schwarcz, Luiz Ruffato, Maria Valéria Rezende, Marina Colasanti, Milton Hatoum e Paulo Lins – além de dezenas de novos talentos e escritores com carreira consolidada.

Este ano, as ações tiveram início em abril, com o educativo, a Fliminha, que conta com o patrocínio do programa Petrobras Cultural, no território e para além dele, com formação de professores de educação infantil de sete municípios da Serra da Mantiqueira e 20 semanas de programação online para crianças e famílias, com oficinas, contação de histórias e rodas de conversa com autores e artistas de todo o Brasil.

A FLIMA 2022 será realizada de 25 a 28 de agosto, em Santo Antônio do Pinhal, cidade de 9.000 habitantes que se define como “encantadora por natureza”. Considerado o município mais preservado da APA da Serra da Mantiqueira, a cidade fica a 2 horas de carro de São Paulo, tem ampla rede hoteleira e variada oferta gastronômica.

Serviço – Acesse o edital e as informações sobre a Flima no site https://flima.net.br/edital-2022 

Um comentário “FLIMA volta ao presencial com homenagem a Conceição Evaristo”

  • Uma postagem muito importante! Muito digna essa artista!!!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.