2022 será um ano repleto de poesia. E será o nosso ano! E, como nunca vamos sozinhas, vamos TODOS de mãos dadas.

Nesta página você encontra a nossa programação, com os nossos editais de poesia. Salve essa página no navegador e não perca nenhum edital.

Estamos constantemente buscando a maneira mais justa de fazer acontecer a literatura que acreditamos. A nossa palavra para este ano é PARTILHAR

Editais Permanentes


Podcast

O Toma Aí Um Poema é um Podcast de Declamação de Poesia Lusófona, disponível em mais de 20 plataformas audiovisuais. Já alcançou mais de 500k de inicializações. Publica poesia de qualquer ordem, seja canônica ou contemporânea.

[Temporariamente Inativo. Motivo: muitos poemas na espera]


Radar

Seja encontrado! Preencha o nosso formulário e seja convidado para as nossas edições.


Lambe Aí: Poesia na Cidade

Já pensou em ter um poema colado em um lambe? Feshoww! Com esse formulário é possível <3

[Temporariamente Inativo. Motivo: muitos poemas na espera]


Editais


Antologia “Poesia Minimalista”

Poesia minimalista é aquela composta com o mínimo de palavras possível. Normalmente, a linguagem minimalista apresenta verbos e substantivos como núcleos do enunciado poético, com pouca ou sem presença de adjetivos e/ou advérbios. Trata-se de um texto “seco”, sem ornamentos, que, ainda sim, alcança o poético.


Antologia “Uma Mulherzinha, Não. Um Mulherão” | Toma Aí Um Poema

O tema da Antologia é “O Feminino na Atualidade: Um Novo olhar Para o “Ser Mulher””.

Buscamos com essa antologia poemas que tratem de forma direta ou indireta as questões do feminino na atualidade. Mais que o retrato da mulher moderna, queremos poemas que deixem vazar as questões de gênero e que, quando necessário, sejam subversivos, que na sua feminilidade excessiva sejam capazes de se contradizer. Nos fazendo pensar que, talvez, nenhuma mulher nasça mulher. Talvez, em algum momento, elas se tornam. Mas quando? De que forma? E o mais importante: o que a torna uma mulher hoje?

Talvez, um outro ponto de partida, seja também olhar para o feminino nos homens. Ou, então, para as mulheres que não querem ser mães e continuam sendo mulheres. Ou, para o fato de que toda mulher é mulher, para além do corpo biológico. Ou para os tantos desafios que as mulheres continuamente enfrentam pelo simples fato de serem mulheres.

Os temas são infinitos!


Antologia “LGBTQQICAPF2K+: O Amor é gigante”

Entender as principais questões envolvendo sexualidade e gênero pode ser desafiador em um mundo que ainda não deixou de ser preconceituoso.

De um lado existe quem ainda não conseguiu compreender e nem respeitar as questões da diversidade; e do outro há um universo que se expande, englobando cada vez mais manifestações de pluralidade.

Há vários temas que permeiam essa discussão.

Como entender a diferença entre corpo biológico, identidade de gênero e orientação sexual — questão que é hoje uma das mais importantes discutidas no país e no mundo. Ou, então, as discussões que envolvem as configurações familiares; e, ainda, o fato de o Brasil ser um dos países que mais mata pessoas LGBTQIA +.

Os temas são infinitos!


Antologia “Outros 500: Não Queremos Mais o Quinhentismo”

Por se tratar de um dos maiores — e provavelmente o mais antigo — conflitos geopolíticos e humanitários do país, o tema “Questões Indígenas” é de alta relevância, não apenas para os indígenas, mas para a população geral.

Este é um assunto urgente e de alta complexibilidade, o qual envolve inúmeros eventos revoltantes e medidas politicamente injustas e exploratórias.

Algumas das questões indígenas de maior relevância atualmente são: 

— A questão da demarcação de terras indígenas no Brasil;

— A questão indígena e a incorporação de terras para a agricultura;

— A questão do genocídio dos povos indígenas;

— A questão do apagamento e da transformação da cultura indígena;

— A questão dos pensamentos tutelares envolvendo os indígenas;

— A questão dos indígenas urbanos;

E muitas outras.


Antologia “Poesia Fora do Eixo”

Dentro do tema estão previstas várias possibilidades. Os participantes podem optar por trabalhar a poesia regional, as questões econômicas, a relação com a cidade, os monumentos históricos e arquitetônicos e até mesmo o fato de serem corpos que amam e existem fora da metrópole brasileira. O objetivo maior é valorizar e apresentar uma produção poética compreendida fora do eixo rio-são paulo, abordando a diversidade e a pluralidade cultural.


Antologia “Poesia Política: Seu Voto Faz O País”

O tema é abrangente. Os participantes devem trabalhar as questões políticas, dentro da poesia — podendo ou não focar nas eleições de 2022. O objetivo maior é evidenciar a importância da participação popular na escolha de seus representantes políticos e na construção do país que queremos.